LOGÍSTICA EMPRESARIAL
Integração da Cadeia de Suprimento
Supply Chain Management

Curso e-Learning (8 horas)

Demonstração gratuita. Aqui você pode avaliar o nosso conteúdo antes de comprar! Aulas narradas em áudio. Acessar Demo.

Investimento:

Inscreva-se Agora!Veja os depoimentos de nossos alunos

De R$ 99,00
Por: R$ 99,90*
(Em dólares: 50,45)

Condições de Pagamento:

Aceitamos todas as formas de pagamento: boleto, cartão de crédito e débito. Parcelamos no cartão de crédito em até 10x, com juros de 1,99% ao mês. Ao fazer sua inscrição, você visualizará todas as modalidades de pagamento e o prazo para liberação de acesso ao curso.

Objetivos do Curso de Logística Empresarial – Integração da Cadeia de Suprimento

Este curso também está disponível no formato InCompanyEste Curso e-Learning irá ensinar todas as etapas de uma cadeia de suprimentos e como integrá-las, vamos apresentar a Integração da Cadeia de Suprimento (Supply Chain Managemen), mostrando soluções práticas para que você possa implementá-las no seu dia a dia.

Este Curso de Logística Empresarial irá apresentar os conceitos de:

• Gestão integrada da cadeia de suprimentos

• Modais

• Matriz de transporte nacional

• Gestão de estoques, sistemas de armazenagem e movimentação interna

• Aquisições, compras e avaliação de fornecedores

• Separação e preparação de pedidos

• Gerenciamento dos custos operacionais

• Alguns indicadores de desempenho operacional, para melhorar o gerenciamento e atingir os resultados no dia-a-dia na logística empresarial.

Ir para o topo

Conteúdo Programático

Módulo I

Logística Empresarial – Integração da Cadeia de Suprimento – Supply Chain Management. Introdução. As exigências ao sistema logístico. Conceito de Logística – O que é Logística. As partes componentes do Sistema Logístico. Objetivos do Sistema Logístico. Transporte e/ou Logística. Administração da Cadeia de Suprimentos: Constituição do Sistema de Suprimento. Aquisição de Materiais e Serviços. Desenvolvimento Industrial. Administração de Material. Exercícios.

Módulo II

Supply Chain Management - Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos. O conceito de Supply Chain Management. Exemplo da aplicação do S.C.M. Processos de negócios considerados chave. Características que podem contribuir para o sucesso da SCM. Exercícios.

Módulo III

Custos Operacionais Logísticos - Visão Geral. Análise da estrutura de serviço de modo eficiente. Algumas alternativas para utilizar a estrutura de serviço de modo eficiente. Outros exemplos de custos logísticos. Gestão de custos nos três processos logísticos: suprimento, apoio e distribuição física. O modelo ABC (Activity Based Costing). Exercícios.

Módulo IV

Gerenciar o transporte. O processo de Benchmarking na Logística Empresarial. Informações no sistema Logístico. Sistema integrado de Gestão Operacional – E.R.P. Exercícios.

Arquivos Extras

Slides do curso de Logística Empresarial – Integração da Cadeia de Suprimento – Supply Chain Management.

Ir para o topo

Público-Alvo

Profissionais interessados em crescer na área de Logística e que queiram conhecer técnica, métodos e soluções para implantar no seu dia a dia.

Características do Curso

Imagem do curso de Logística Empresarial – Integração da Cadeia de Suprimento – Supply Chain Management

O curso de Logística Empresarial – Integração da Cadeia de Suprimento – Supply Chain Management é composto por aproximadamente 150 slides com áudio, contendo explicações detalhadas de cada tópico do slide. Muitos slides possuem exemplos práticos e experiências da instrutora, e cada módulo do curso possui exercícios para ajudar no aprendizado. O tempo estimado para executar o curso pode variar entre 10 e 12 horas, dependendo do desempenho do aluno, que pode começar o curso quando quiser, podendo ainda rever as aulas várias vezes. Disponibilizamos acesso a um fórum de discussão, para que o aluno possa enviar dúvidas diretamente ao instrutor do curso, que responderá em até 48 horas.

Logística Empresarial – Integração da Cadeia de Suprimento

Inscreva-se Agora!

O que é logística

Existem diversos tipos de organização, sejam privadas ou públicas, que se utilizam dos serviços logísticos, como empresas manufatureiras, empresas de transporte, empresas alimentícias, Forças Armadas, serviços postais, distribuição de petróleo, transporte público e muitas outras.

O termo logística foi usado inicialmente, conforme definições do dicionário Aurélio, para identificar as atividades militares de aquisição, transporte, estocagem e manutenção de materiais, equipamentos e pessoal. Nesse sentido, a palavra foi utilizada inicialmente pelos franceses – logistique – com origem no latim “logisticus” – relativo à razão. Portanto, dentro deste contexto os objetivos da logística são tornar disponíveis os produtos e serviços corretos e requeridos, no tempo certo, no local certo, nas condições adequadas, ao mesmo tempo em que se produz a maior contribuição possível para a empresa.

Conceito de Logística Empresarial

“Logística é o processo de planejamento, implementação e controle eficiente e eficaz do fluxo e armazenagem de mercadorias, serviços e informações relacionadas desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o objetivo de atender às necessidades do cliente”. (BOWERSOX, Donald J, CLOSS, David J. Logística empresarial: o processo de integração da cadeia de suprimento – São Paulo: Atlas, 2001 p. 21).

É bastante relevante oferecer a definição de Logística, e para isso, vai vamos utilizar a definição oficial oferecida pelo Council of Logistics Management - CLM dos Estados Unidos (a maior organização de logística do mundo), a qual é uma das definições mais divulgadas e que estabelece o seguinte:

“Logística é o processo de planejar, implementar e controlar eficientemente, ao custo correto, o fluxo e armazenagem de matérias primas, estoques durante a produção e produtos acabados, e as informações relativas a estas atividades, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender aos requisitos do cliente” ( Bowersox & Closs, 1996).

Nessa última definição, são identificados claramente dois tipos de fluxos: o de material e o de informações, os quais devem ser estruturados de forma integrada. Acontece que, decisões que sejam tomadas em qualquer um dos fluxos anteriores, podem ter impactos no fluxo de caixa da organização, razão pela qual se deve considerar a presença de mais um fluxo: o fluxo monetário-financeiro, que junto com os dois fluxos anteriores formam o fluxo logístico total.

Um dos resultados gerenciais de extrema importância nas últimas décadas foi o surgimento e consolidação da logística. A logística foi organizada formalmente como uma ferramenta de coordenação de materiais e provisões durante a Segunda Guerra Mundial.

Com o seu caráter integrador e a sua abrangência de toda a cadeia de suprimentos, o gerenciamento logístico contribui a alcançar o objetivo da vantagem competitiva através da redução de custos e da agregação de valor no serviço. Esta particularidade, tem despertado nos executivos o interesse de conhecer o desempenho dos sistemas logísticos com que trabalham, surgindo assim a necessidade de desenvolver esquemas que permitam medir semelhante desempenho. Estudos encomendados pelo Council of Logistics Management (CLM) dos Estados Unidos indicam que executivos da Europa e da América do Norte identificam a medição do desempenho logístico como a segunda necessidade de pesquisa, sendo superada só pelo interesse em pesquisas sobre Tecnologias de Informações. Aplicada a negócios, ela trata principalmente da movimentação de produtos finais. Segundo esse conceito, a logística passou então a se concentrar mais na distribuição física, estendendo-se a diversas camadas do lado da demanda. Contudo, a logística definida desta forma não se ocupa de perto com a produção, e menos ainda com o fornecimento. Este é o sentido restrito da logística. No seu sentido amplo, a logística, hoje em dia, significa a Administração da Cadeia de Suprimentos. Portanto a logística abrange tanto o fornecimento de materiais quanto a distribuição de produtos nas suas diversas camadas – além, é evidente, da própria produção da empresa.

As exigências ao sistema logístico

Muitas variáveis ambientais interferem no sistema logístico. As características do ambiente empresarial, em particular o ritmo da sua mudança, têm influenciado diretamente nos modelos de gerenciamento adotados. Nas últimas décadas aconteceram mudanças radicais no ambiente de negócios que condicionaram a substituição de um modelo de produtividade focalizado principalmente na quantidade, para um modelo de competitividade focalizado no serviço ao cliente. Neste contexto, emerge a logística como valiosa ferramenta para a contribuição ao desenvolvimento da competitividade empresarial. O sistema logístico adotado deve zelar pelo cumprimento das exigências de:

• Capacidade de reação: a qual se expressa como o tempo que a organização precisa para satisfazer os pedidos dos clientes;

• Flexibilidade: que representa a faculdade que possui o sistema de se adaptar a mudanças que aconteçam tanto no produto logístico como nas condições do mercado e do ambiente em geral;

• Confiabilidade: que se expressa como a probabilidade de funcionamento do sistema sem falhas (na quantidade, na qualidade, na variedade, no prazo e no preço dos produtos ou serviços oferecidos aos clientes);

• Dinâmica do rendimento: que estabelece a exigência e a necessidade de ir obtendo, ao longo do tempo, resultados progressivos (na produtividade, na rentabilidade, no ciclo do pedido, entre outros).

As partes do Sistema Logístico

Outro ponto de partida para a avaliação de um sistema logístico é a determinação das partes componentes do mesmo, ou seja, dos sub-sistemas que o integram. O desempenho de toda a cadeia poderia estar limitado pelo desempenho de algumas de suas partes, e daí, a importância da identificação destas partes. De forma geral, a maioria das organizações identificam a Logística dos Suprimentos e a Distribuição Física de Produtos como sendo sub-sistemas, sendo possível em outras situações (como no caso das empresas industriais ) contar com outras partes componentes, como a Logística da Produção ou Logística Interna e a Logística Reversa. Não é só importante a identificação destas partes componentes, mas também possui importância a determinação das relações entre as mesmas.Tudo isto servirá para determinar onde serão feitas as medições necessárias para avaliar o desempenho do sistema.

Objetivos do Sistema Logístico

Todo sistema tem objetivos a atingir, objetivos estes que norteiam tanto a configuração como a execução do sistema, e expressam a razão de ser do mesmo, explicando para que o sistema foi criado. No caso do Sistema Logístico, os seus objetivos estabelecem-se da seguinte forma:

1) Nível de serviço que satisfaça o cliente

2) Com os menores custos logísticos totais

Dentre os dois objetivos descritos acima se manifestam duas direções conflitantes, pois maiores níveis de serviço normalmente geram maiores custos logísticos, e menores custos logísticos normalmente só sustentam menores níveis de serviço ao cliente.

A logística tem que compensar estas duas direções conflitantes (custos versus nível de serviço) visando à melhor combinação para a organização, e naturalmente, a combinação que melhor se comporte perante o mercado e que resulte como a mais atrativa para os clientes.

Ir para o topo

Pirataria é Crime!

Atenção: ao se inscrever neste curso, você receberá uma licença individual e intransferível que não deve ser compartilhada. Qualquer cópia ou distribuição do material do curso a terceiros constitui violação de direitos autorais e está sujeita às sanções da lei.

Prazo e Funcionamento

O aluno poderá assistir ao curso quantas vezes quiser durante um período de seis meses.

Para assistir às aulas é necessário estar conectado à internet.

Após a confirmação do pagamento, o aluno receberá um e-mail com as instruções necessárias para entrar no ambiente de ensino e iniciar imediatamente o curso.

OBS: O site fica fora do ar das 2:00h às 3:00h da madrugada para manutenção.

Requisitos Técnicos

Para que você possa acessar as aulas gravadas é necessário ter as seguintes configurações em seu computador:

• Placa de som, para ouvir as aulas gravadas;

• Acesso rápido à Internet: é recomendado um acesso com mais de 54 kbps;

• Internet Explorer 5 ou superior com Flash Player (download gratuito);

• Microsoft Word e Acrobat Reader para a leitura das apostilas.

Observações Importantes

• As aulas são gravadas, portanto, o aluno pode assisti-las quantas vezes desejar dentro de um período de 6 meses.

• Todo material é em formato eletrônico; não trabalhamos com material impresso ou em CD; o aluno faz o download pelo site de todo material.

• As aulas gravadas serão disponibilizadas somente via Internet; não é permitido o download do áudio. Todos os slides das aulas gravadas são disponibilizados em formato PDF para que o aluno possa imprimir.

• Não é permitida a distribuição do material.

• Caso o aluno não consiga realizar o curso dentro de 6 meses, poderá pedir prorrogação do prazo por mais 6 meses mediante o pagamento de uma pequena taxa.

• As licenças vendidas são individuais e o certificado só é emitido no nome do aluno cadastrado.

Economize com nossos pacotes de cursos!

Ir para o topo

Endereço:

Alameda Bruxelas, 95, Alphaville – Barueri, São Paulo – SP, CEP 06474-150

Copyright © 2007-2009 – Todos os direitos reservados.

 

"Conhecimento sem fronteiras"